Pages

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Recomeçar

"Recomeçar

Não importa onde você parou,
em que momento da vida você cansou,
o que importa é que sempre é possível
e necessário "Recomeçar". 
Recomeçar é dar uma nova 
chance a si mesmo.
É renovar as esperanças na vida
e o mais importante:
acreditar em você de novo.

sábado, 16 de abril de 2011

Provérbios Ingleses

  • A bad workman always blames his tools – Um mau trabalhador culpa sempre as ferramentas.
  • A constant guest is never welcome – Um convidado frequente nunca é bem vindo.
  • A cracked bell can never sound well – Um sino quebrado nunca soa afinado.

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

A Solidão e sua Porta

Quando mais nada resistir que valha
A pena de viver e a dor de amar
E quando nada mais interessar
(Nem o torpor do sono que se espalha)

Quando pelo desuso da navalha
A barba livremente caminhar
E até Deus em silêncio se afastar
Deixando-te sozinho na batalha

A arquitetar na sombra a despedida
Deste mundo que te foi contraditório
Lembra-te que afinal te resta a vida

Com tudo que é insolvente e provisório
E de que ainda tens uma saída
Entrar no acaso e amar o transitório

Auto: Carlos Pena Filho, poeta pernambucano, morto em um acidente de carro aos 31 anos, em 1960.

sábado, 12 de fevereiro de 2011

Ler devia ser Proibido



 

O pronunciamento do cacique Seattle



(discurso pronunciado após a fala do encarregado de negócios indígenas do governo norte-americano haver dado a entender que desejava adquirir as terras de sua tribo Duwamish, supostamente em 1855).

O grande chefe de Washington mandou dizer que desejava comprar a nossa terra, o grande chefe assegurou-nos também de sua amizade e benevolência. Isto é gentil de sua parte, pois sabemos que ele não precisa de nossa amizade.

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Há dois tipos de pessoas que não interessam à uma boa empresa: as que não fazem o que se manda e as que só fazem o que se manda. (Henry Ford)

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Só de Sacanagem

Só de sacanagem

Meu coração está aos pulos!
Quantas vezes minha esperança será posta à prova?
Tudo isso que está aí no ar,
Malas, cuecas que voam entupidas de dinheiro,
Do meu dinheiro, do nosso dinheiro